Quarta-feira, 24 de Maio de 2006

Código Da Vinci

Li como todos o livro. O meu comentário é o seguinte:

-é um policial (em inglês um 'mistery book'), não é um romance histórico;

-não é um romance histórico porque os conhecimentos do autor sobre os temas históricosque escreve são nulos, ou fracos;

-descreve mal os locais onde decorre a acção, estilo dizer que o caminho mais rápido da Praça do Comércio até ao Rossio passa por Belém; ou se quiserem o caminho mais rápido do Porto a Lisboa é passar por Madrid;

-não discuto as teses sobre pintura renascentista, por falta de conhecimentos, mas as asneiras históricas sobre os Templários são do estilo: o Afonso Henriques morreu no ano passado!;

-o autor não sabe que há centenas de igrejas cristãs e confunde cristianismo com catolicismo romano -interessante que quase todos os nossos jornalistas e comentadores fazem o mesmo erro de ignorantes...

Quanto ao pretenso escândalo religioso, sejamos sérios

-a tese é velha e revelha! Aliás recapitulemos as teses para descrediblizar o Cristianismo:

-Jesus não existiu -Positivistas ateus, séc. XIX;

-Jesus era extraterrestre -URSS anos 60;

-Jesus era zelote, da dinastia macabeia, era casado, com filhos,escapou à cruxifição e morreu em Massada -anos 70, jornalista anglo-saxónico, avençado de Moscovo; esta tese foi copiada pelo Saramago, que além de chato, plagiou;

Uma parte desta tese -a família de Jesus- foi agora recuperada e apresentada como nova, misturada com conspirações Templárias, Cátaras, Merovíngias para entreter IGNORANTES,que nada sabendo dos temas acredita em tudo e tem como verdade, uma tese que, como disse, nem sequer é montada em termos históricos.

Se ainda não foi percebido, depois de 200 anos, ningúem abandona a sua religião por causa de propaganda anti-religiosa. Qualquer religião é uma fé, ou seja, quem acredita É SEM VERIFICAÇÃO. Por isso quem gostar da história conte-a, leia o livro, veja o filme, mas tenha em atenção É UM LIVRO POLICIAL -NÃO É CIÊNCIA CREDÍVEL. Existem realmente estudos históricos sobre Jesus, em todas as teses são debatidas, mas baseadas em investigações ciêntíficas.

A tese de Jesus casado, com filhos é assim debatida como qualquer outra. Há documentação, analise-se e tente-se chegar a uma conclusão. Claro que se isto é o melhor do ateismo, daqui a pouco fica tudo fanático e isso é perigoso, o fanatismo, qualquer fanatismo.


publicado por Equipa SAPO às 15:24
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.A sua opinião:

envie para aqui a sua opinião

.links

.posts recentes

. UM PEQUENO LIVRO

. Uma denuncia que não é fi...

. Grande Pontapé!

. ...

. O Código ....

. Um desabafo

. ...

. Código Da Vinci

. Há um fundo de verdade...

. Código Da Vinci

.posts recentes

. UM PEQUENO LIVRO

. Uma denuncia que não é fi...

. Grande Pontapé!

. ...

. O Código ....

. Um desabafo

. ...

. Código Da Vinci

. Há um fundo de verdade...

. Código Da Vinci

.arquivos

. Maio 2006

.favoritos

. Aqui Vamos Nós

. Calendário de desfiles

.links

.participar

. participe neste blog

SAPO Blogs

.subscrever feeds